Você provavelmente já ouviu falar sobre o antivírus corporativo, que é essencial para que sua empresa fique longe de ataques que podem vir a prejudicá-la.

O vírus tem sido um problema de quase todos os PCs pré-construídos desde o início dos anos 90, e se sua empresa perguntar a um profissional de TI como proteger seu sistema, invariavelmente ele irá sugerir que sua empresa tenha algum tipo de solução antivírus nele.

Se sua empresa usa práticas recomendadas para se manter segura on-line, como não clicar em links ou anexos em e-mails, não visitar sites duvidosos e aderir a lojas de aplicativos selecionadas em seus dispositivos móveis, seu antivírus pode simplesmente funcionar em segundo plano.

Porém, se seus funcionários contam com práticas que podem ser duvidosas, um antivírus corporativo pode ser exatamente o que você precisa. Saiba mais sobre o assunto!

O que é um antivírus corporativo e como funciona?

Existem diversas definições de antivírus corporativo e, dependendo de qual empresa sua empresa escolher para sua solução de segurança, suas táticas para direcionar aplicativos maliciosos, como vírus e ransomware, podem ser bem diferentes.

– Ser bem versado no que esses tipos de ferramentas podem fazer é a melhor maneira de fazer uma escolha informada sobre o melhor antivírus corporativo para sua empresa ou sua pequena empresa.

  • O antivírus corporativo, ou, como é mais comumente conhecido hoje em dia, software anti-malware, é uma ferramenta que procura por aplicativos executados em PCs (ou smartphones) empresariais que não deveriam estar lá.
  • Ele usa vários métodos para diferenciar entre o documento do Word que sua empresa está editando e um software desagradável que lança anúncios pop-up irritantes ou rouba seus dados bancários.
  • Ele pode até detectar quando aplicativos legítimos foram sequestrados por um vírus.

Alguns softwares antivírus usam a proteção “ao vivo” para bloquear automaticamente a execução de vírus e malwares, até mesmo impedi-lo de visitar websites ou abrir e-mails que possam ter vírus anexados a eles.

Outros, conhecidos como ferramentas de correção, oferecem apenas a funcionalidade de verificação e devem ser executados para limpar uma infecção por malware depois que ela for suspensa.

Como um antivírus corporativo combate ataques?

Quando um antivírus corporativo encontra um programa mal-intencionado em um sistema, ele normalmente oferece opções para colocá-lo em quarentena – impossibilitando-o de operar como deveria – ou excluí-lo completamente.

Sua empresa precisa de um antivírus corporativo?

Sistemas operacionais modernos vêm com uma série de proteções internas, como firewalls ou o Windows Defender, para ajudar a evitar que vírus invadam seu sistema.

– Se sua empresa for cuidadosa ao usar seus dispositivos e evitar links, anexos e sites duvidosos, ou até mesmo operar em uma máquina virtual, talvez esteja segura contra a maioria das ameaças de vírus. Porém, é raro que isso aconteça em 100% dos computadores do local.

  • Dito isso, há ameaças de que até o PC ou o usuário móvel mais bem preparado não podem se preparar para combater.
  • Às vezes, os servidores de download legítimos são sequestrados e as falhas na rede Wi-Fi à qual sua empresa se conecta podem deixá-lo vulnerável de outras maneiras.
  • Ter uma solução antivírus robusta que funciona ao lado de todas as proteções modernas de sistema operacional e navegador é um ótimo primeiro passo para proteger sua empresa e seu sistema.

Na pior das hipóteses, ele fornecerá a paz de espírito de que sua empresa deve ter para estar protegida contra ameaças desagradáveis ​​como ransomware.

Na melhor das hipóteses, ele detém essas ameaças, caso sua empresa tropece nelas à medida que faz suas tarefas online.

Sabendo mais sobre um antivírus corporativo, conte com especialistas para encontrar o melhor para sua empresa e para obter, junto a ele, todas as soluções necessárias para sua empresa.